Saúde e Bem-estar

Não está se sentindo muito bem? A iluminação e seu ritmo circadiano podem ser o motivo...

Por Jessica Pignataro

A luz, especialmente a luz azul, tem grande impacto no seu sono e no seu ciclo circadiano, de acordo com muitos estudos científicos recentes.

Todos nós sabemos a enorme diferença que uma boa noite de sono pode fazer. A privação de sono em nossa mente e corpo traz impactos em tudo, desde o nosso desempenho no trabalho até os nossos relacionamentos pessoais. Ela pode nos roubar o brilho dos olhos e a vitalidade dos passos.

Desde os primórdios dos tempos, a humanidade adormece com as estrelas e acorda com o sol da manhã.
O pôr do sol nos garantia que era hora de relaxar, colocar a barriga para cima e descansar após um dia agitado lutando contra tigres de dentes de sabre. Muitas vezes, adormecíamos ao lado de uma fogueira e suas brasas brilhantes e vermelhas eram a visão que nossa psique usava para se dispersar antes de iniciar tudo de novo. É por isso que a “lareira” é geralmente o local mais quente em nossas casas, ou o motivo por que nos reunimos ao redor de fogueiras ao ar livre com nossa “tribo” contemporânea. Esse ritual antigo nos inspirou a fazê-lo.

De uma forma ou de outra, seguimos um ciclo de 24 horas, todos os dias de nossas vidas, atendendo ao que nos foi ensinado, e, em última instância, quem nos rege é o Sol. Todos os seres vivos são assim. Plantas e animais incluídos (ainda que alguns possam discordar disso). Esse relógio de aproximadamente 24 horas a que nos referimos é chamado de ritmo circadiano, do latim “Circa Diem”, que significa “cerca de um dia”. (Uma descoberta científica bastante recente).

A biologia do nosso corpo está sincronizada com esse relógio que nos diz quando acordar e dormir. De fato, cada célula tem seu próprio relógio, mas o relógio mestre para o seu ciclo de sono/vigília reside em nosso cérebro e é chamado de “núcleo supraquiasmático”. O NSQ está localizado na glândula do hipotálamo, que é responsável pela liberação de hormônios e pela regulação da temperatura corporal. Considere-o como o regente da orquestra do seu corpo.

Sem abusar de termos científicos, a luz absorvida pelo olho é o principal estímulo que envia sinais para esse mecanismo no cérebro, que, por sua vez, aciona a sinfonia de processos biológicos, como a liberação de hormônios, a regulação da temperatura corporal e a determinação de quando acordar ou adormecer. Simplificando, a luz inibe a produção de melatonina, que é o principal ingrediente para conseguirmos nossa sessão restauradora de olhos fechados.

Avançando para o momento atual em que estamos, durante a era do Holoceno, 2020. Os carros voadores ainda não são encontrados por todos os lados, mas podemos dizer que estamos nos aproximando de um filme de ficção científica com nossa constante fixação por telas digitais ao longo do dia, a inteligência artificial, etc. O ponto principal é que permanecemos acordados por muito mais tempo que deveríamos (e a única desculpa para isso seria se você estivesse lendo poesia romântica para sua cara-metade ou, especialmente, dançando tango na Argentina). Infelizmente, como nossa sociedade moderna passa mais de 90% do tempo se banhando nas luzes de telas de computadores ou outras fontes de luz elétrica, isso tem causado estragos à nossa saúde. Apenas recentemente começamos a entender o papel da luz e seu impacto na saúde humana.

A arquitetura de construção e seu uso da luz solar para iluminar os espaços mudaram drasticamente no início dos anos 1900, quando a luz elétrica ganhou popularidade, resultando em muitas plantas baixas privadas do sol com as quais a maior parte dos exaustos trabalhadores está familiarizada. Os escritórios iluminados pelo sol no perímetro são tradicionalmente reservados para a alta gerência e os executivos. Arquitetos, engenheiros e a comunidade em geral estão remodelando incansavelmente essa experiência, que é uma evolução maravilhosa no design.

De volta à luz, existe um espectro visível e um invisível. Vamos nos concentrar especificamente no espectro de luz “azul”. A luz azul de fontes naturais como o sol, que faz parte de um espectro de luz visível, é exatamente do que precisamos para começar o dia e nos mantermos alertas durante a tarde. O problema geralmente é que somos bombardeados com muita luz à noite e não o suficiente durante o dia. E quando conseguimos uma quantidade adequada, a qualidade e a fonte da luz podem ser um fator. Pense na diferença entre um rádio FM e um som de alta fidelidade, essa diferença também se aplica à iluminação.

A iluminação dos T12s fluorescentes ainda instalados em muitos edifícios de escritórios, por exemplo, tem sido associada a muitos problemas de saúde. Por exemplo, a “cintilação” das lâmpadas fluorescentes pode desencadear várias coisas, desde dores de cabeça até convulsões, sendo considerada um material residual com efeito danoso.

Os mais propensos a questões circadianas tendem a ser trabalhadores de diferentes turnos, viajantes que mudam de fuso horário, e adolescentes durante a puberdade. Mas os adolescentes se excetuam aqui porque, na verdade, até conseguem dormir, pois a puberdade e os hormônios fazem com que o seu relógio se altere em algumas horas, embora também os deixe grogues e de mau humor.

Felizmente, o conceito de “bem-estar” para os seres humanos está finalmente sendo reconhecido e entrando nos livros de regulamentos e políticas. Além disso, temos também os avanços da ciência, como a iluminação “sintonizável”, que pode ser programada para simular um ciclo de 24 horas, convertendo-se em tecnologias disponíveis para melhorar a nossa vida.

Concluindo, em momentos como estes de estresse e incerteza, um bom sono é, mais do que nunca, crucial.

Uma de nossas especialidades são nossas seleções de música relaxante e canais de música para dormir, como o Sono Mais Profundo, que podem ajudar a embalar você para dormir e lubrificar as engrenagens emperradas do seu relógio biológico.

Algumas correções fáceis para consertar a confusão do seu relógio corporal e ter um melhor descanso são:

  • Eliminar a sua exposição a telas por pelo menos 1 hora antes de dormir.
  • Usar os recursos de redução/eliminação da luz azul, como https://justgetflux.com/ ou a configuração “Night Shift” em seus produtos Apple, e o “Filtro de luz azul” nos Androids.

Esperamos que você durma bem e acorde sentindo-se renovado.

Com amor, Calm Radio

Ouça todos os dias seus canais favoritos de forma ilimitada e em quantos dispositivos quiser

Aproveite sua jornada sonora em qualquer lugar, até mesmo sem conexão de internet. Calm Radio oferece experiências únicas de áudio - músicas selecionadas, Sons da Natureza, ambientação relaxante - tudo para que você possa trabalhar, relaxar e/ou dormir.

  • Windows
  • macOS
  • Android
  • iOS
  • Alexa
  • Sonos
  • Apple TV 4
  • Roku